Escolas da zona rural de Tupanatinga são beneficiadas

No último dia 20 de junho do corrente ano, representantes do poder público e da sociedade civil organizada do município de Tupanatinga participaram de uma reunião na Sede do CEDAPP em Pesqueira-PE, onde ocorreu o Fórum de Apresentação do Programa: Cisternas nas Escolas, para os municípios de Tupanatinga, Buíque e Arcoverde que foram contemplados com 46 cisternas de 52 mil litros. 

 

A ação, desenvolvida em territórios, começa pela mobilização da sociedade civil, comunidade escolar e poder público municipal para que todos se envolvam numa proposta que vai proporcionar à escola uma forma de armazenamento de água da chuva ou carro pipa.

Segundo o secretário de Agricultura Antônio Neto, as cisternas garantem a infraestrutura necessária para que o município tenha capacidade de lidar com os períodos de estiagem, ciclo comum no Semiárido. “O projeto é muito importante dentro de um conjunto abrangente de políticas públicas do Governo Federal para o Semiárido que passa pelo acesso à água, pela inclusão produtiva do pequeno agricultor e pela segurança alimentar”, disse.

O processo de construção de uma cisterna, que tem custo médio de R$ 13 mil, passa por três fases. Num primeiro momento, professores são capacitados para a gestão da água armazenada, além de receberem noções de segurança alimentar e nutricional e de temas de convivência com o Semiárido para a educação infantil. A segunda fase passa pela implantação de uma bomba elétrica e a compra de filtros de barro para tratamento da água. Por fim a cisterna é construída em um prazo de duas semanas.

O Projeto Cisternas nas Escolas tem como objetivo levar água para as escolas rurais do Semiárido, utilizando a cisterna de 52 mil litros como tecnologia social para armazenamento da água de chuva. A chegada da água na escola tem um significado especial porque possibilita o pleno funcionamento deste espaço de aprendizado e convivência mesmo nos períodos mais secos.

Escolas do município de Tupanatinga beneficiadas nesta etapa do programa:

01-  José Albuquerque Maranhão – Povoado Cabo do Campo.

02-  Estevão Rodrigues – Sítio Laranjo.

03-  Berto José de Araújo – Sítio Porteiras.

04-  João Alves Machado – Sítio Canela

05-  José Florêncio – Sítio Mandacaru

06-  Sec. José Jorge de Vasconcelos – Sítio Salvador

07-  Quitéria Dias Avelino – Sítio Gritos

08-  Antônio Marques – Sítio Sapato

09-  Cícero Florêncio de Albuquerque – Sítio Cachoeira Grande

10-  São José – Sítio Carié

11-  Manoel Paz – Sítio Ilha Grande

12-  Rui Barbosa – Sítio Umburanas